quarta-feira, 20 de abril de 2011

Sinais dos nossos amiguinhos!!!

Meninas, como vocês já devem ter notado eu sou APAIXONADA por animais, (inclusive quase batem no fundo do meu carro HOJE pq um cachorrinho doido atravessou na minha frente!)!!

Então, descobri essa matéria sobre cuidados com os sinais que nossos amiguinhos mandam para gente quando estão com dor!!

Engana-se quem pensa que cálculo renal, dor de dente e cólicas menstruais, por exemplo, são problemas que afligem exclusivamente os seres humanos. Animais de estimação como cães e gatos também sofrem com isso. O problema é que, no caso dos bichos, nem sempre os donos percebem o que está acontecendo. Aprenda a identificar sinais de dor.



1º ATENÇÃO:

Segundo os veterinários, atitudes como um balançar constante de cabeça, um piscar de olhos intermitente ou a recusa em subir uma escada merecem atenção, pois têm grandes chances de serem reflexos da dor.

2º MUDANÇAS DE HÁBITOS:

O dono precisa observar seu animal de estimação. Na maioria das vezes, uma pessoa atenta é o melhor auxiliar do veterinário para diagnosticar problemas de saúde. Uma coisa que parece boba, como um corte pequeno numa das patas, pode transformar-se num caso sério, se não for tratada. Segundo o veterinário Luiz Pereira, qualquer mudança nos hábitos do animal deve ser levada em conta.

3º SINAIS:

Deixar de subir em sofás e camas, por exemplo, pode ser resultado de uma dor muscular. Dificuldades ao mastigar a comida podem esconder dores de dente. Sacudir a cabeça constantemente ou pendê-la para um lado é indício de otite (inflamação no ouvido). Respiração rápida e acelerada é sinal de que algo não vai bem no tórax do seu bichinho. Já uma cadela com o dorso arqueado tem grandes chances de estar com problemas no abdômen ou sentindo cólicas menstruais, se estiver no cio.

4º MAIS RESISTENTES:

De acordo com a veterinária Márcia Canavarro, o limiar da dor em cães e gatos não é tão acentuado quanto no homem. Isso faz com que, muitas vezes, o dono só perceba que o animal está com problemas de saúde quando já é muito tarde. Os gatos, por exemplo, ao sentirem dores costumam se esconder, não comem, não bebem e sequer urinam. Caso a pessoa não tome providências a tempo, eles morrem. Os tipos de dor mais comuns em animais são a muscular, a óssea e a de ouvido.

5º EMERGÊNCIA:

Um animal cianótico (de mucosas azuladas) ou com o abdômen duro deve ser levado logo ao médico. O abdômen duro tanto pode ser excesso de gases como sinal de septicemia (infecção generalizada). O veterinário Luiz Pereira alerta que só depois de um exame se conhece a gravidade do caso.

E ai meninas? Deu para ajudar a entender um pouco mais os nossos amiguinhos?

Beijinhos,
Francesca

8 comentários:

Eulalia disse...

Eu ammmmmeeeeei o post!!Super dicas que nem sempre, mesmo quem tem bichinhos, sabe das reaçoes por dor.
Vou repassar!!
AMei!!
Parabéns!!
Eulalia
http://www.papodemeninas.com/

Kaká disse...

Meninas arrasaram... ainda bem que minhas filhotas estão dando pulos aqui do meu lado, mas vou ficar atenta aos sinais.
Beijos mil
Kaká.

fiquelindagastandopouco.blogspot.com

Ideia² disse...

AMEI esse post!! Álem de ser um tema que eu AMO,foi muito esclarecedor!!
Parabéns meninas!!
http://ideiaoquadrado.blogspot.com/
Beijos!!
@WelenMedeiros

Meu Laçarote disse...

Nossa que post tudo! Vou ficar ainda mais ligada!!
Tenho dois amorzinhos e estou sempre atenta a qualquer mudança!
Amor incondicional!
Adorei!
Beijinhos

Carolina Messias disse...

Que ótima dica!!!!!!!!!!! Parabens pelo post e pelo blog também. Estou te seguindo, e vou te linkar no meu blog.

BJus

http://sacoladamoda.blogspot.com/

Rosicarmen disse...

Oi, chiques, passei p desejar um feriadão abençoado p vcs e família. Bjokas.

Acho Chic disse...

Nossos amiguinhos merecem esse cuidado né?

beijinho s p todas!!!

Juliana Rylko disse...

Bacana essa postagem...tenho dois aqui em casa e qndo precisar vou colocar em prática essas dicas.
beijos*-*

Postar um comentário

Sejam bem vindas e comentem a vontade!!