sexta-feira, 6 de maio de 2011

Sexta Sexy especial: TUDO o que você queria saber sobre...

Meninas, já estou avisando... quem não gosta de matérias sobre SEXO nem continuem lendo, ok??? Hoje o post é para quem gosto do ASSUNTO!!!

Depois de váaarios pedidos e perguntinhas de algumas leitoras da Sexta Sexy.. vamos lá... hj o post é todinho sobre o famoso SEXO ANAL!!!

A prática do sexo anal pode ser uma forma muito prazerosa de inovar na cama. Se você deseja praticar mas não sabe muito bem como começar, confira dicas de especialistas e profissionais do sexo para fazer sucesso na "hora H".

Dúvidas mais freqüentes

1 - Quais os cuidados que devem ser tomados?
É preciso ter cuidado para evitar que o pênis transporte bactérias que habitam o ânus para a vagina. Ou seja, a camisinha deve ser usada sempre e trocada a cada vez. Jamais passe da penetração anal para a vaginal sem antes trocar o preservativo. Do contrário, as bactérias que sobrevivem no ânus sem causar danos à saúde podem provocar infecções sérias. A limpeza interna do ânus não é necessária - apenas os cuidados higiênicos normais, como manter-se limpo após evacuar e tomar banho diariamente.

2 - Sexo anal faz mal à saúde?
Não, desde que sejam respeitadas algumas “regras” de conforto. O sexo anal deve ser feito com muita lubrificação, já que não há umidade natural. Pode-se usar um gel a base de água, que se encontra em farmácia.

Convém destacar que o uso da camisinha é fundamental também para evitar doenças sexualmente transmissíveis, já que o sexo anal é considerado um dos principais meios de contágio, pois a prática provoca microcortes que são portas de entrada para vírus e bactérias. Esses microcortes cicatrizam-se naturalmente em poucos dias.

3 - Sexo anal provoca hemorróidas? E em quem já sofre do problema, a penetração anal pode agravar a situação?
Não, a prática do sexo anal não causa o aparecimento de hemorróidas. A hemorróida é a dilatação de uma veia da região anal e, se o sexo anal for feito no período da inflamação, causará muita dor e pode agravar o quadro. Mas em outros momentos, quando não há inflamação, pode ser praticado sem problemas.

4 - Há algum jeito de doer menos?
Quanto mais relaxada a pessoa estiver, menor é a probabilidade de haver dor. Isso vai depender, também, da delicadeza do parceiro ao penetrar. Uma técnica de relaxamento bastante eficiente consiste em estender as carícias preliminares à região anal. Beijos, toques suaves e, depois, a introdução de um dedo, apenas. Devagar e sem pressa. Pode-se introduzir um, depois dois ou três dedos - sempre com suavidade e observando se o parceiro está confortável. Depois disso, vem a penetração do pênis. As carícias ajudam a relaxar e a introdução do dedo faz com que o esfíncter (músculo que circunda a entrada do ânus) se contraia e, nos instantes seguintes, relaxe.

Outro fator fundamental é a lubrificação. O ânus, ao contrário da vagina, não possui lubrificação natural e não fica "molhado" à medida que a pessoa se excita. Portanto, é necessário utilizar um gel lubrificante à base de água, pois eles podem ser usados com a camisinha, sem danificá-la.

5 - Qual posição facilita a penetração?
O ideal é escolher a posição em que a pessoa se sinta mais confortável e relaxada. De joelhos apoiada nos braços, a tradicional "de quatro" (de joelhos, com os braços esticados e as mãos apoiadas na cama), deitada de bruços com travesseiros ou almofadas sob a barriga para levantar a parte inferior do corpo. Tudo depende da combinação entre os parceiros.

Depois de sanadas algumas dúvidas, conselhos para quem deseja praticar

Confira conselhos de Sue Johanson, educadora sexual que apresenta o programa Talk Sex, visto em mais de 20 países:

1 O homem não deve forçar a penetração de jeito nenhum e nem deve fazer movimentos vigorosos.
2 Vocês devem usar muito gel lubrificante à base de água.
3 O casal deve usar camisinha sempre.
4 Jamais passe da penetração anal para a penetração vaginal sem trocar a camisinha.
5 Seu parceiro deve respeitar o seu "pare". Se você não estiver gostando, ele deve parar imediatamente.
6 Se você não gostar e não quiser fazer sexo anal novamente, que fique combinado: sem pressões ou coação. "Não" quer dizer "não".Sexo Anal

E se você ainda está na dúvida, algumas histórias de quem já experimentou (os nomes foram trocados, ok?):

Andréa, 42 anos, advogada

"A primeira vez que tentei, quase morri de dor. Não sei se o cara era muito afoito ou se eu não estava bem preparada. Sei que odiei, doeu muito. Fiquei muito tempo sem querer nem tentar de novo, até que um outro namorado me convenceu a experimentar. Ele foi carinhoso, calmo, estava realmente interessado em que eu me sentisse bem e daí foi muito legal. Eu tinha uns 24 anos e virei fã da coisa. Já ensinei até umas amigas, que tinham um pouco de medo. Para quem vai começar, meu conselho é que só faça se estiver se sentindo bem. O primeiro passo do tesão é querer."

Claudia, 39 anos, analista de dados

"Eu gosto de sexo anal. Sempre gostei, desde a primeira vez, com um namorado, quando eu tinha 18 anos. A gente combinava muito, nos sentíamos muito à vontade, foi muito legal. Ele ficou paradinho, eu que fui me encostando nele, devagar, no meu ritmo. Acho que assim é o melhor jeito, a gente controla a coisa, não se sente forçada nem nada. Eu adorei, gozei muito. É diferente, não sei bem como explicar, mas é um prazer diferente. Eu adoro, só não faço se o homem tem um pau muito grande, porque aí não tem relaxamente que dê jeito. Uma dica que dou para quem que praticar é estar com muito, muito tesão. Pedir para o parceiro acariciar a gente muito, isso relaxa e vai aumentando a vontade. Se ele ficar brincando no ‘buraquinho' antes fica mais gostoso ainda."

Fabiana C., 24 anos, analista de sistemas

Não sou muito fã do sexo anal, fiz apenas porque meu parceiro insistiu muito. Foram duas vezes, mas é um processo lento. Tem que tentar algumas vezes antes, para dar certo de fato. Dói e é bem desagradável no início. Só deu certo uma vez e até que não foi tão ruim como eu pensava que fosse. Mas a sensação depois do sexo é ruim. Em resumo, não acho que seja algo essencial para um casal ser feliz na vida sexual.

Adalgiza B., 26 anos, administradora de empresa

Meu namorado sempre me pediu pra fazer sexo anal com ele, mas eu sempre tive muito medo de sentir dor. Até que resolvi comprar uma pomada relaxante e consegui fazer. Foi tudo bem devagar. Hoje eu gosto tanto que sou eu quem peço. Na verdade, até prefiro o sexo anal e indico para todas as minhas amigas.

E se vocÊ não sabe qual produtinho usar para iniciar a sua aventura com seu parceiro... olha ele ai!!!

Sensible ideal para as iniciantes no sexo anal... vão ali no link do sexshop Adão e Eva!!

E ai meninas? Tiraram as dúvidas????

Beijinhos,

Francesca

* Fonte site o Terra

5 comentários:

Jana Pereira disse...

Eita esclareceu as duvidas da mulherada beijoka
Tem post novo de moda no blog!
Beijos Rosa
Jana Pereira
www.rosaepinkbyjana.com

Liu disse...

Post super esclarecedor e real, sem meias palavras, adorei!

Bjo

Rejane Alves disse...

Que bacana esse post..super esclarecedor e vale as dicas.
Beijinhos

Dani Freitas disse...

Acho importante que existam blogs que falem do assunto de forma delicada e sem baixaria. Gostei bastante do post porque tenho certeza de que as mulheres precisam de informações sobre o assunto e muitas vezes não encontram recursos "de nível" para esclarecê-las!
Super beijo!

Teca disse...

Super esclarecedor...
Bjo

Postar um comentário

Sejam bem vindas e comentem a vontade!!